Tenho repensado o quanto penso em você
em quanto minha insegurança fez de tudo quase sempre tudo ou nada
quantas vezes te quis, mais do que nunca ou nunca mais
e no quanto me refiz pra fazê-la voltar atrás.

Não queria ter sentido todo o seu resentimento
sinto muito sua insensibilidade nesse momento
aqui acordado, des-esperando você aparecer
ou esperando, desesperado pra não te ver.

Sempre acreditei que nem sempre seria assim
será que por cuidar tanto de você passei a descuidar de mim?
a minha maior qualidade foi relevar os seus defeitos
o seu maior defeito foi relevar minhas qualidades.

Éramos indiferentes às nossas diferenças
éramos os mesmos, mesmo tão desiguais
éramos o outro em todas as ausências
éramos tudo e sobretudo não somos mais.

2 comentários:

eupatriciamesmo disse...

Nossa, lindo demais.

beijo.

Si disse...

Lindo, mordaz, terno...