... As estrelas projetadas no chão voltaram a girar a medida que eles começaram a rodar. Naquele instante o mundo parou ao redor dos dois. Era como se dalí pra frente tudo e todos estivessem a espera do casal.

O dia da viagem finalmente havia chegado. Com a partida, além do Brasil, Cláudio e Carol esperavam deixar para trás todos os maus momentos que haviam compartilhado nos últimos tempos. Uma vida nova os esperava. Sabendo disso, os dois já não aguentavam mais esperar para mudar de vida. Paris era uma cidade tão bonita quanto desconhecida para eles. O rio senna, o museu do louvre, o arco do triunfo e a torre eiffel representavam uma nova realidade capaz de realizar antigos sonhos de cada um deles. Nada era capaz de desanimá-los. A enorme fila do check-in tornava-se pequena se comparada a ansiedade dos últimos dias por aquele momento. A mudança do portão de embarque não mudava neles a vontade de embarcar. E finalmente o atraso do vôo apenas lhes dava a chance de não precisarem se apressar.
Após a partida do avião uma parte de suas vidas ficava para trás, enquanto outra iria ser construída com o que viria pela frente. Naquele 23 de dezembro de 2006, vésperas do natal, a cidade luz estaria ainda mais iluminada. Paris era o destino perfeito pra serem feitas mudanças que pudessem preservar o destino da relação.

4 comentários:

Ricardo Guedes disse...

po leo, essa sim pode ser considerada a parte "embromation" da historia... hehehe.. so deixa quem le, mais curioso e nao resolve nenhum dos misterios de como vao ficar os 2 num pais estranho, depois de certas desavencas... como aturar o trabalho "novo" e a vida a 2 agora.. dificil hein... posta logo o resto.. huahuahu
abs

Robertinho disse...

Aeeeeeeeee, queremos mais históriaaaaaaa!!!! Hehehehhe
Vai que é sua, Lééééoooo!!!
Abs!!

.raphael. disse...

O Léo... Paris deve ser uma cidade fantástica pra começar, ou re-começar ou re-pensar bem, uma vida a dois não?!

Mas destinos mudam!.. quero saber o resto!..hehehe

Abraço

Thais G. disse...

Olá léo!
Tudo bem?
Ví seu recadinho no blog, e passei por aqui, pra ver quem é esse cara que tbm gosta do meu Nando! Não me decepcionei, gostei do que ví e do que lí, e por coincidencia o que vc escreveu se pareceu muito comigo esse final de semana, so que o destino não era paris, era a minha cidade, Fortaleza, mas o meu namorado veio até aqui me conhecer, pra que nós pudéssemos ter essa "nova vida" a qual vc se refere.

grande abraços, vou estar linkando vc tbm!

boa semana!