... O fato do destino dos casais se tocarem dava a eles a chance de trocarem muitas experiências juntas dali pra frente.

A primeira semana em Paris para Carol e Cláudio foi marcada de novidades. Descobrir cada pedaço da cidade, desde as suas pequenas ruas até os grandes pontos turísticos, fazia Carol ter certeza de que estava coberta de razão ao decidir o destino da viagem. Cláudio costumava sempre perder as palavras ao passar por algum monumento. Tentar não perdê-lo de vista pelo maior tempo possível era o que lhe restava, e o que ele fazia. Todo o clima de romance que cercava a cidade era perfeito e isso sem dúvida fez surtir um efeito positivo na relação.
Luís vivia um momento oposto ao que Cláudio e Carol passavam. A inesperada entrada deles em sua vida fez com que seu maior plano com Ana, como que por imposição, fosse posto em segundo plano. Isso fez dele ultimamente uma pessoa sempre mau humorada ou com o humor bem sem graça. Já Ana era o oposto. Depois que Carol chegou tudo parecia ter se revigorado; o ambiente e as situações que a cercavam ainda eram os mesmos, porém agora vistos de uma forma diferente por ela.
Aquela noite era muito especial. Passar a virada de ano as margens do rio Senna era inimaginável para Cláudio e Carol até dois meses atrás. Enquanto eles decidiram alugar um pequeno barco (a remo) e assistir aos fogos “navegando” pelo rio, Luís e Ana ficaram as margens acompanhando a festa.
-- 5...4...3...2...1
-- Feliz Ano novo Cláudio! Tenho certeza que esse ano será um dos melhores de nossas vidas!
-- Pra você também linda! Ter você por perto sempre me deixa perto de esquecer o quanto estou longe de tantas pessoas que gosto.
Algumas cenas aparentemente insignificantes para a maioria das pessoas presentes aparentava ter um significado especial para eles. As cores e o estouro dos fogos, atípicos naquela noite, davam mais vida ao céu da cidade. Da mesma forma, a certeza de ter um ao outro plenamente, sensação atípica para os dois, dava mais cores e vibração a vida de cada um deles. Não ter hora pra dormir e nem ter que se preocupar com o dia seguinte era um sinal de que aquele beijo e aquele momento durariam para sempre.

4 comentários:

Robertinho disse...

É... esse ano promete!

Ricardo Guedes disse...

po leo, agora, quem ta com problemas eh o casal Ana-Luis, ja q o Carol-Claudio parece finalmente ter se acertado..
acho q um dos 2 casais tem q terminar bem e outro, colocar umas brigas a mais.. pra dar um toque meio rebelde na estoria.. pra nao ficar mto melosa tb..
mas td continua bom.. suspense e vontade de ler
abs

EUPATRICIAMESMO disse...

Léo!!!
tá 'uma coisa' de boa essa história tua!
bom tbm são os títulos para o q eu encaro de capítulo.

beijomeu!

.raphael. disse...

Léo! Essa parte da estória, deu-me uma vontade de passar o reveillon em Paris com alguem!..hahahhh

Bom, muito bom!!

abs