... Luís esperava uma decisão. Joana se desesperava com a indecisão de Ana. Enquanto ela se via em uma situação completamente diferente e inesperada naquele instante.

23 de dezembro de 2006. Joana, Ana e Luís chegavam no aeroporto. O clima entre os três era tenso, exatamente o oposto ao que a cidade atravessava. Ana quase não se lembrava que era véspera de natal. Toda aquela situação havia lhe dessituado do resto. O tempo passava e não transformava seus problemas “em passado”, pelo contrário, quanto mais ela adiava a decisão, mais presente era o incômodo. Nos últimos dias ela refletiu sobre os conselhos de sua mãe. Começou a ficar nítida a imagem de seu futuro com Luís. Mesmo sem sentir o mesmo ela tendia a dizer “sim” e mais interessada começava a enxergar o pedido como uma proposta.
Já passava das dez e depois de uma despedida com alguns abraços apertados e distantes, Ana e Luís se dirigiam a saída do aeroporto. Seus olhares perdidos deixavam evidente que eles não tinham nada mais a perder. Foi nesse momento e em um “piscar de olhos” que Ana avistou Carol.
-- Carol!!!!
Aquele grito pareceu despertar nela e em todos que estavam perto toda a prosperidade que o natal proporciona.
-- Eu não acredito Ana!!! Desde que você saiu da faculdade que nós não nos falamos mais. Nem me lembrava mais que você tinha vindo pra cá. Que surpresa ótima!
-- Pois é, parece que agora eu faço parte daqui. Mas o que te trouxe?
-- O Cláudio, meu namorado, vai passar um tempo trabalhando aqui. Eu vim acompanhá-lo.
-- Então vocês vão ficar com a gente!
Luís parecia preocupado com o convite de Ana. Cláudio estava impressionado com a coincidência. Para ele, Paris tornara-se surpreendente antes mesmo que ele a conhecesse. Ana e Carol não se continham de alegria. Sempre foram muito amigas até Ana deixar a faculdade no segundo ano. Esse reencontro dava a Ana a chance de prorrogar a decisão e esta foi sua intenção ao convidar Cláudio e Carol para se hospedarem no seu apartamento. O fato do destino dos casais se tocarem dava a eles a chance de trocarem muitas experiências juntas dali pra frente.

4 comentários:

Ricardo Guedes disse...

Ahaaaaaaaa... EU JÁ SABIA!!!
tinha certeza q os casais iriam se encontrar... desde o principio, tava implicito..
mas e como fica agora a historia do casorio de Ana e Luis? O encontro com a amiga de faculdade pode esfriar a decisao dela ou ratificar de uma vez por todas a sua permanencia em Paris?
Po, pode ate rolar um casamento duplo ai hein.. mas acho q ai a historia fica mto: "e eles viveram felizes para sempre".. uhahuauh, com tudo terminando bem sempre... acho q ainda pode rolar mais umas confusoes na trama... ou, quem sabe, uma coisa mais ousada, como uma troca de casais, quem sabe??
uhahuahu

abs

Batom Cor de Rosa disse...

é.. antes de uma grande decisão, sempre pensa-se muito ;)
beijo

Robertinho disse...

"Trocarem muitas experiências juntas".... sei... huahuauhauhaua...
Ai ai, isso não vai dar certo, uhauhuhauha
Vai Léo! Cria uma muvuca! Uhuuu!! Hehehehe...
Abs!

.raphael. disse...

ahhhhh!!!
Eis o momento que eu mais esperava!

Bom.. muito bom!

abs