Preserve sua vida sem se privar de parte dela. Não ultrapasse o máximo permitido mas permita-se a chegar bem perto. Sonhe. Não tolere mentiras ou meias verdades. Uma das formas de mentir pra si mesmo é justamente aceitando as meias verdades. Vislumbre o que está por vir, se deslumbre com o que passou e não vá passar sem perceber que hoje pode ser um dos dias que você vislumbrou e amanhã deslumbrante será lembrar o que ficou. Não viva esperando por alguém mas também não deixe morrer as esperanças de que esse alguém possa voltar. Volte-se pra si mesmo enquanto isso. Supere o que passou aceitando o que aconteceu. Dedique-se sempre por completo quando estiver à procura de alguém que te complete. Preencha seu tempo livre com coisas que te deixem ainda mais livre. Faça a sua liberdade. Arrisque. A vida costuma premiar os que tentam. Tente ser mais tolerante com os outros, mais compreensivo consigo mesmo e mesmo que você não consiga colocar isso em prática hoje, coloque-se a disposição para praticar daqui pra frente. Sinta orgulho do que já fez mas não o considere quando tiver algo a fazer. Sinta compaixão apenas pelos outros e nunca de si mesmo. Repare que o futuro não é linear, há diferentes caminhos e riscos (e caminhos compostos de riscos) e eles certamente estão todos na palma da sua mão. Olhe para ela.

Inspirado no texto "Wear Sunscreen" de Baz Luhrmann.

Download do conto: "Sobre Viver"

9 comentários:

Robertinho disse...

Mto bom, como sempre! Essa mistura de de estilos "Wear sunscreen" (com dicas sobre a vida) com o seu jeito de brincar com as palavras ficou muito legal!

Abs!!!

molin' disse...

'repare que o futuro não é linear, há diferentes caminhos e riscos (e caminhos compostos de riscos) e eles certamente estão todos na palma da sua mão. Olhe para ela.'

lindo isso!
se transformou na minha frase do dia!

beijão

P. disse...

Léo!!!
qta verdade, heim?! eu tô tentando viver assim... até já colhi bons frutos pra mim!

beijo e saudade de vc.

Lu disse...

Oi!!

Léo, que lindo este texto! Lê-lo é muito fácil, mas, me diz onde ensinam isso aí? :))) Só a vida, meu amigo... só a vida!

Beijo.

.raphael. disse...

Belo texto Léo... só discordo de uma coisa, devemos ter compai×ões de nós mesmo tb, não só pelos outros, mas sim também pelos outros!

Abraço!

Grazi Sperotto disse...

Nossa, mto bom texto!
também te linkei!
bjão

Lizzie disse...

A vida tem que ser muito bem vivida. É como diz Clarice [Lispector]: "Sem nenhum medo, não mata".
Concordo que compaixão só se deva sentir pelos outros, jamais por si. Mas pena não se deve sentir nem de si, nem dos outros.


Beijocas
www.lizziepohlmann.com

Atriz disse...

Adorei as dicas!!!!

Algumas dificílimas!!!!!

beijo!
Gisele
www.inventandoagentesai.blogspot.com

Kiara Guedes disse...

Ah, eu costumo dizer que mesmo que digam os "outros" que o mundo não conspira a nosso favor, eu faço o "meu mundo" girar na direção que melhor me convém. Adorei. Bjs