... Contra todos os valores morais, naquele noite, Ana apenas foi de encontro a uma situação, que com a ajuda de sua mãe, ela criou a seu favor.

O arrependimento por tudo o que aconteceu chegou de repente para Cláudio, poucas horas depois de Ana deixar o apartamento. Já passava das 9 da manhã e ele não conseguia parar de pensar em Carol. Suas posições em relação a discussão mudavam tão rápido quanto os minutos do relógio; estes agora pareciam correr e cobrá-lo a cada instante. Sem ter a quem recorrer ou dividir aquela angústia, seus passos de um lado para o outro apenas o mantinham na mesma posição. Depois de tantos erros, ligar para Carol foi a primeira atitude coerente que ele teve desde que voltou ao Brasil.
-- Carol? Sou eu...
-- Não quero mais discutir Cláudio.
-- Eu também não! Por isso te liguei. Me deixei influenciar ontem pelo momento e pela surpresa de saber da sua viagem. Realmente acabei enxergando tudo sob um ângulo errado e você acabou pagando por isso. Dissemos muitas coisas que não devíamos, por isso eu devo te pedir desculpas.
-- Eu aceito Cláudio. Mas é difícil admitir que você pensou em tudo isso tão rápido. Enfim, apesar de tudo, todas as coisas que vivemos em Paris é muito maior do que isso.
Carol não estava muito convencida daquele pedido repentino de desculpas. Cláudio sabia que aquele era só o primeiro passo do pedido de perdão, o segundo quando dado, poderia significar uma passo para trás e consequentemente o fim da relação.
Os dias iam passando e Cláudio tentava se preparar para contar a sequência dos fatos e suportar as consequências que isso teria na relação.

Download da estória até esse ponto

6 comentários:

Ricardo Guedes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricardo Guedes disse...

ah, esse Claudio ta irritando ja hein.. O kra traiu a carol na primeira chancezinha que teve, e o mais rapido possivel (arrependido q esta), ja ligou pra ela pra se desculpar.. pra mim, fim da linha para o relacionamento dos 2.

Acho q a Carol nao vai suportar saber q seu namorado a traiu com sua amiga Ana. E ainda pode ser q a amizade das duas acabe. Comum nestas situacoes.

e a Ana? nenhum indicio da reacao dela depois da noite com Claudio? Ta feliz ou se culpando, por trair a amiga?

abs

.raphael. disse...

hummmm... coitado do Cláudio.. nao queria estar na pele dele!
acho q o que está por vir será dificil! Mas que venha!

abraço

Si disse...

Faz a merda e corre para Carol. Que decepção!
Já vejo o fim da relação.

Ah! Muito bom o título.

Beijos.

Robertinho disse...

É, o cara é mto sem noção mesmo.. um cara que parecia tão sistemático acaba aprontando uma dessas também...

Já era.

Lu disse...

Oi!!
Tô vindo agradecer as palavras que vc me disse lá no blog! Na verdade, acabei fazendo um drama ontem ao ecrever, e só depois percebi. Mas é que tudo acontece de forma tão intensa aqui dentro.
Vc me ajudou deveras! Obrigada!
Sobre seu post: É um livro? Vou baixar a história...
Beijos.